Treinamento para operador de caixa: 8 dicas valiosas!

operador de caixa
O treinamento dos operadores de caixa, independentemente do tipo de negócio, é fundamental para o bom atendimento ao cliente. Saiba mais!

Quando pensamos na operação de venda em uma loja física muitas vezes negligenciamos os principais envolvidos. Entretanto, realizar o treinamento para operador de caixa é muito importante para bons resultados.

Dentro de supermercados, por exemplo, o contato com o operador de caixa é praticamente obrigatório (desde que não haja autoatendimento). É muito importante que todos esses funcionários também tenham alta performance.

Neste artigo você vai entender a importância de um serviço de excelência vindo dos operadores de caixa, além de muitas dicas para ajudar nesse desenvolvimento. Confira 8 dicas valiosas!

A importância do treinamento para operador de caixa

Por que o treinamento para operador de caixa é tão importante? Mesmo que aparente ser um trabalho automático e trivial, os atendentes de caixa devem ter determinadas habilidades para realizar bem o seu trabalho. 

O atendimento direto com o público tem muita diferença na fidelização de cliente, mas ainda não são todas as redes que entendem isso. 

Como o contato normalmente é breve, empreendedores julgam que não há tanta importância em oferecer um serviço de excelência.

E quando falamos em bons serviços isso está relacionado com questões comportamentais e, também, técnicas (como a operação do caixa em si). 

Além disso, como você verá mais adiante, o caixa também pode trazer um “plus” a mais para o atendimento no final da compra. 

Dicas de treinamento para operador de caixa 

O treinamento para operador de caixa envolve diferentes áreas. De modo superficial, não é algo extremamente complicado, pelo menos pensando em um atendimento minimamente adequado.

Veja, a seguir, algumas dicas do que deve ser treinado com o operador de caixa antes de colocá-lo na operação. 

1 – Como atender os clientes

importância do Treinamento para operador de caixa

Primeiramente, e talvez o mais importante, é a questão do atendimento ao cliente.

Trabalhar com público não é, nem de longe, algo fácil. Mesmo que sejam apenas alguns segundos de interação, é muito importante que o funcionário esteja devidamente treinado para tal.

Ter o que chamamos de soft skills é muito importante (simpatia, escuta ativa, educação e assim por diante). 

E como fazer isso? É claro que alguns conceitos básicos podem ser repassados por qualquer pessoa (como sempre dar “Bom dia/tarde/noite” e coisas do gênero), mas hoje em dia há cursos bem bacanas que trazem várias dicas. 

2 – Uso correto dos equipamentos

Treinamento para operador de caixa aprender a utilizar  os equipamentos

Obviamente, as questões técnicas também devem ser repassadas com muita cautela. 

Por mais que pareça um trabalho robótico e simples, há diversos detalhes que devem ser passados e pode demorar um pouco de tempo até que o funcionário realmente esteja familiarizado com tudo.

O treinamento para operador de caixa deve ser muito didático e atencioso, pois é muito melhor que o aprendizado seja mais lento no começo do que o funcionário arrastar dúvidas por muito tempo. 

3 – Cuidados com a saúde

Você sabia que também é muito importante repassar conceitos de ginástica laboral para os funcionários? Principalmente aqueles que passam horas e horas na mesma posição e realizando os mesmos movimentos.

Ginástica Laboral são exercícios que podem ser feitos no trabalho para melhorar a postura e aliviar as tensões. Isso evita que o funcionário desenvolva algum problema de saúde decorrente do trabalho.

4 – Para um treinamento para operador de caixa efetivo: foque nos processos

Não deixe de repassar todos os processos e procedimentos para o operador de caixa.

Após o cliente chegar na fila, alguns passos se seguem:

  • Registro das mercadorias;
  • Integração com o aplicativo ou clube de descontos da loja (se houver);
  • Pagamento.

Alguns imprevistos podem ocorrer, como por exemplo:

  • Registro indevido ou duplicado de mercadorias;
  • Cliente desiste de algum produto;
  • Divergência de preços.

Para todas as situações descritas acima, além de um operador de caixa bem treinado, faz-se necessário também que a frente de caixa seja operante e organizada, uma vez que este é o setor responsável pelos caixas.

Mais uma vez: se esses procedimentos não forem realizados de forma atenciosa logo no começo, haverá muito retrabalho depois. 

5 – Invista em cursos e treinamentos ministrados por especialistas

Determinados aspectos, como atendimento ao cliente, vão muito além de instruções básicas. 

Por isso acaba sendo bem interessante optar por treinamento para operador de caixa que sejam dados por especialistas. 

Muitos deles têm valores super acessíveis e são até mesmo online, o que facilita a presença. 

6 – Troca de ideias sobre as maiores objeções

Treinamento para operador de caixa prestar um bom atendimento ao cliente

Outra dica de treinamento para operador de caixa é focar nas principais objeções ou situações complicadas que podem acontecer ao decorrer do trabalho. 

Normalmente elas podem gerar atrito entre o operador de caixa e o consumidor. É muito importante já ter conhecimento das melhores maneiras de conduzir os principais casos que acontecem no trabalho.

Algumas das principais situações são:

  • Troco errado
  • Produto com o valor errado 
  • Desentendimento pela própria postura do operador/cliente 
  • Desentendimento entre pessoas da fila 

Apesar de parecer situações corriqueiras e simples de serem resolvidas, quanto mais preparado o operador de caixa estiver, melhor será o desfecho da situação.

Lembrando que lidar com público não é fácil, mesmo que um contato mais superficial como é o caso do operador de caixa. 

Essas são lições que podem ser aprendidas com bastante conversa, mesmo que com os outros funcionários. Mas, claro, tudo deve seguir a política e cultura da empresa (considerando o tratamento com a situação). 

7 – Treinamento para operador de caixa: treinamento de vendas

As compras não são feitas somente dentro das lojas, há algumas possibilidades para que o operador de caixa ainda ofereça alguns produtos ou até mesmo promoções (clube de fidelidade, sistema cash back ou outras opções).

Por isso, desenvolver skills de vendas também é uma ótima forma de melhorar ainda mais a performance do operador de caixa. 

Com todas essas habilidades ele se tornará um funcionário completo. Além de uma boa experiência para todos, isso também corrobora para a fidelização de clientes. 

8 – Estímulo de fidelização com o consumidor 

A fidelização do consumidor ao seu negócio é um ponto muito importante. Além de bom atendimento é possível trazer promoções que reforçam esse vínculo.

É o caso de cupons de desconto, clubes de fidelidade ou sistema de cashback, que foram citados anteriormente. O consumidor terá um vínculo com o seu negócio e quanto mais compras ele realizar, mais benefícios terá.

Isso ajuda muito o cliente a sempre preferir ir ao seu estabelecimento do que qualquer outro. Por isso também é importante treinar os funcionários nesse sentido. Ambos terão muitos benefícios e vantagens.

O treinamento para operador de caixa técnico e comportamental trará bons resultados para você e sua empresa.

Quer conhecer mais ferramentas para fidelizar seus clientes?

Quer saber como a Datasales pode te ajudar na estratégia de fidelização dos seus clientes? Além de ter um CRM para a gestão de relacionamento com os clientes e coleta de dados sobre o seu público, com a gente você pode:

  • Oferecer um clube de fidelidade e Cashback, com o DS Loyalty!;
  • Receber pedidos online pelo site ou App, com o DS Commerce;
  • Utilizar um único número de WhatsApp com múltiplos atendentes conversando com seus clientes!

Quer saber como? Clique aqui e fale com um de nossos especialistas!

0 Shares:
Deixe um comentário
You May Also Like