Descubra a diferença entre fidelizar e reter clientes

Confira neste artigo as principais diferenças existentes entre reter clientes e fidelizar clientes. Clique aqui para saber mais do conteúdo.

Você que é empreendedor e dono de um negócio, sabe qual é a diferença entre fidelizar clientes e reter clientes?

A resposta a esta pergunta vai refletir na forma como você se relaciona com os seus clientes.

E nem precisa dizer que isso faz total diferença no balanço patrimonial da empresa.

Desse modo, é fundamental que você saiba a diferença entre as duas situações, para que possa direcionar as decisões de forma mais estratégica dentro do seu negócio.

Para facilitar o seu trabalho, preparamos este artigo para explicar essa diferença para você.

Portanto, se você quer ficar por dentro do assunto, não deixe de ler este artigo até o final.

Reter clientes ou fidelizar clientes: qual a diferença?

Se for feita uma consulta rápida no dicionário, vamos ver que reter é sinônimo de bloquear, interromper.

Por outro lado, fidelizar significa o comportamento ou o procedimento em que há cuidado por alguém ou algo.

Ou seja, fidelizar é a mesma coisa que cativar e ser cativado de forma voluntária.

Agora, vamos aplicar estes termos na questão do relacionamento com os clientes.

1. Retenção de clientes

Reter clientes é aquela prática que tem como foco manter o vínculo da empresa com o cliente.

A retenção de clientes é uma consequência gerada por conta das estratégias que estão presentes nas estruturas do modelo de negócio das empresas, objetivando a satisfação dos clientes.

Desse modo, a retenção de clientes não é considerada, por si só, como uma estratégia ou uma atividade.

Assim, ela não necessita de ser criada dentro das estruturas dos negócios.

Isso porque, ela representa um resultado de outras estratégias que foram traçadas.

Para que ocorra a retenção dos clientes é necessário, principalmente, seguir e respeitar uma regra básica, qual seja, fazer com que o cliente se mantenha satisfeito.

E como fazer isso?

Os especialistas orientam que os empreendedores realizem 3 atividades dentro do seu negócio que são fundamentais e que se complementam. São elas:

  • Constante análise do perfil do cliente e do consumo;
  • Estudo da adequação do perfil do cliente com o produto que é consumido;
  • Atuação transparente e ativa com o objetivo de melhorar a adequação do produto;

Assim, a constante satisfação dos clientes é a premissa fundamental para compreender a retenção de clientes.

Além disso, o conceito vai servir de base para o desenvolvimento de estratégias voltadas para a fidelização.

E por falar em fidelização, esse será o próximo assunto a ser abordado.

2. Fidelização de clientes

Por outro lado, a fidelização de clientes é considerada, de fato, uma estratégia, que tem por objetivo prolongar, pelo maior tempo possível, o relacionamento entre o cliente e a empresa.

Nesse caso, a satisfação do cliente não é apenas uma situação momentânea.

Por meio da fidelização, se busca uma permanente satisfação do cliente com a marca, os produtos e serviços oferecidos.

Trata-se da arte de conquistar o consumidor, fazendo com que ele se torne um cliente.

Assim, fidelizar clientes é voltada a conquistar o cliente, a fim de que ele te procure sempre que precisar e indique seu serviço ou produto para colegas e familiares.

A fidelização do cliente não está ligada ao recorrente consumo de um serviço ou produto. Isso é tarefa para a retenção do cliente.

Ao solucionar os problemas dos clientes, fazendo com que eles tenham uma experiência agradável do consumo, você estará buscando a fidelização e, ao mesmo tempo, garantindo a retenção.

Vale destacar que a compreensão da ideia de fidelizar clientes é somente a primeira parte.

Depois da compreensão, é preciso colocar em prática, transformando essa ideia na cultura da empresa.

O calcanhar de Aquiles de qualquer negócio representa a ausência de vocação para a questão do relacionamento.

Isso porque, as empresas acabam colocando em primeiro lugar somente o objetivo de lucro.

Assim, acabam negligenciando outros aspectos igualmente importantes do negócio.

Por isso, é fundamental que se trabalhe esses dois aspectos, de fidelização e retenção dos clientes.

Para que a fidelização ocorra, é necessário que o cliente seja bem conhecido

Ou seja, é preciso que sejam identificadas as características, necessidades e desejos dos clientes.

Por meio dessas informações, você consegue estreitar, cada vez mais, a relação do seu negócio com o cliente.

Assim, vai se consolidando uma relação de confiança, o que facilita a vida do seu negócio e reduz as chances de que o cliente troque seu estabelecimento por outro da concorrência.

Vale destacar que os clientes fidelizados oferecem um índice de rentabilidade maior do que os clientes novos.

Por isso, a estratégia de manter a satisfação dos clientes antigos é muito mais econômica do que a de conquistar novos clientes.

Principais diferenças entre reter clientes e fidelizar clientes

Agora que cada situação foi abordada de forma mais detalhada, é hora de destacar as principais diferenças entre às duas:

  • Fidelizar clientes inclui um conjunto de estratégias, enquanto a retenção é apenas um passo inicial e um resultado a alcançar;
  • A fidelização é um programa de longo prazo, enquanto a retenção pode se limitar a um momento.
  • A fidelização é voltada para o prolongamento da relação do cliente com a empresa, enquanto a retenção é voltada para ações, a fim de evitar que o cliente saia do estabelecimento;

Como foi visto, é gritante a diferença entre reter clientes e fidelizar clientes.

Essa diferença destaca a importância de que você compreenda bem as duas situações.

Isso porque, muitos negócios acabam implementando estratégias erradas por não entender a dinâmica de uma e de outra prática.

Com isso, os prejuízos podem ser grandes, já que não tem como sustentar uma estratégia de fidelização voltada para retenção de cliente, por exemplo.

Ao conhecer às duas situações e saber colocá-las em prática no negócio da maneira correta, as chances de rentabilização aumentam.

Ou seja, seu negócio vai decolar no rumo certo, ganhar mais clientes e, consequentemente, lucrar mais.

Agora que você já sabe as principais diferenças entre reter clientes e fidelizar clientes, é hora de colocar o aprendizado em prática e esperar o sucesso do seu negócio.

0 Shares:
Deixe um comentário
You May Also Like
varejo pós-pandemia
Continue lendo...

7 Tendências do varejo pós-pandemia

Digitalização de processos e estratégias, novos meios de pagamento, delivery, personalização de ofertas, ESG, novos sistemas e ferramentas antifraudes vêm tomando conta do momento atual e futuro do varejo no pós-pandemia.