Inventário rotativo: como fazer no seu negócio

inventário rotativo
O inventário rotativo é um procedimento de grande importância no varejo. Saiba agora mesmo como fazer corretamente.

O inventário rotativo é um processo contínuo de contagem de estoque, que acontece em uma determinada periodicidade. 

É uma metodologia bastante útil para empresas que sentem uma maior necessidade em controlar e detalhar com exatidão a gestão de suas mercadorias.

A adoção de um processo de inventário rotativo pode agregar vantagens competitivas interessantes para todos os tipos de negócios.

Uma delas é a rapidez na correção de falhas que poderiam ocasionar perdas no estoque. Mas, existem muitos outros benefícios. 

Saiba agora quais são eles e as diferenças em relação ao inventário tradicional.

Acompanhe agora neste texto.

O que é inventário rotativo? 

Inventário rotativo ou inventário cíclico é um processo de conferência periódica do estoque de uma empresa.

O processo ganhou este nome, pois sua execução é realizada de forma dividida, sendo aplicada em um grupo de produtos por vez. 

De modo geral, pode ser realizado dentro de uma frequência que pode ser diária, semanal ou mensal, por exemplo. Tudo irá depender do segmento de atuação da empresa.  

As grandes vantagens de fazer o inventário rotativo são a rapidez e a acuracidade do processo, uma vez que é possível se concentrar em seções específicas do estoque a cada ação. 

Isso garante que todos os dados sejam coletados de forma mais segura e que as informações estejam sempre atualizadas.

Quais os tipos de inventário rotativo?

O inventário pode ser realizado a partir de duas premissas:

  • Inventário sequencial: no qual as categorias de produtos são contadas em uma ordem sequencial, não sendo repetidas no meio do período.
  • Inventário por curva de vendas: também conhecido como inventário por curva ABC, que prioriza as categorias que mais vendem. 

Como funciona o inventário rotativo? 

A contagem de estoque do desse tipo de inventário funciona de forma contínua, em datas predefinidas. 

Adotar este método oferece maior agilidade na execução da atividade, o que ajuda os gestores a obterem um controle de mercadorias mais atualizado e organizado.

Por essa razão, o inventário rotativo permite a correção de possíveis erros de contagem de forma mais rápida, sendo essa uma das grandes diferenças para o inventário geral.

Mas, existem outras distinções, conforme veremos a seguir.

Inventário rotativo e inventário geral: quais as diferenças?

O objetivo do inventário rotativo e do inventário geral é o mesmo: extrair informações corretas sobre o estoque, reduzir perdas, prevenir desperdícios e aumentar o lucro de uma empresa.

Contudo, o que difere ambos os processos é a forma como cada operação é realizada. 

Veja na tabela a seguir.

Como é a operação do inventário rotativo e inventário geral

Inventário rotativoInventário geral

Periodicidade de contagem
Os produtos são agrupados de acordo com uma classificação e contados periodicamente.Todas as mercadorias do estoque são contadas de uma única vez.

Equipe
É possível definir um funcionário ou uma pequena equipe para efetuar as contagens.Muitas pessoas precisam ser envolvidas para suprir o volume da demanda.


Planejamento
A segmentação da atividade torna o processo mais simples e pode ser incluído na rotina diária dos colaboradores.Exige o envolvimento, preparação e organização de diversas áreas da empresa. 


Custo
Mais baixo, pois há menos colaboradores e tempo envolvidos.Mais alto, pois pode-se contar com o pagamento de horas-extras e outros gastos operacionais.
Também pode ser necessário a contratação de uma empresa terceirizada.

Principais características do inventário cíclico ou rotativo

Agora que comparamos a operação de ambos os tipos de inventários, é preciso ressaltar que no inventário rotativo:

  • Deve-se considerar na contagem os produtos que estão nas prateleiras acessíveis para os clientes, assim como os que estão no estoque;
  • É preciso conferir à operação uma agilidade superior ao inventário tradicional, uma vez que a atividade será realizada com mais frequência;
  • Em contrapartida, essa maior constância diminui a margem de erros na gestão dos estoques e permite que as correções sejam feitas de forma mais rápida.

Quem pode fazer inventário rotativo?

Por ser um método menos complexo de contagem de estoque, todas as empresas podem fazer o inventário rotativo. Isso vale para todos os portes e segmentos. 

Desde uma pequena loja de produtos artesanais até uma grande rede de supermercados.

Todos podem se beneficiar com esse processo. 

Inventário rotativo no supermercado

O controle de estoque para os supermercados é a chave para o sucesso. Isso porque se trata de um segmento com uma grande quantidade de mercadorias em seu mix de produtos, entre eles, produtos de alto giro. 

Dessa forma, o inventário rotativo é um método que pode manter todas as informações atualizadas e em tempo de manter o suprimento das gôndolas.

Vale destacar também que o abastecimento dos estoques de um supermercado é um fator que influencia diretamente o ciclo de vida dos clientes dentro do estabelecimento.

É também um fator decisivo que subsidia as ações promocionais. 

Portanto, quanto mais efetivas forem as medidas de gestão do estoque, maiores as possibilidades de maximização dos lucros dos supermercados.

Por que adotar o inventário rotativo?

O controle do inventário é fundamental para evitar problemas como desperdícios e discrepâncias.

Com um método moroso, as empresas podem enfrentar situações como falta de mercadorias e até mesmo prejuízos causados por perda da validade de produtos.

O estoque de uma empresa é um investimento no qual se espera obter retorno posterior com a venda. 

Por isso, é fundamental mitigar ao máximo risco, assim como, adotar estratégias para otimizar sua rotatividade. 

É neste cenário que o inventário rotativo se encaixa. 

Vantagens e benefícios do inventário rotativo

Uma das vantagens mais importantes do inventário rotativo é a redução imediata das imprecisões devido ao controle muito mais completo do estoque de produtos. 

Outro benefício real é a clareza trazida pelos dados coletados, o que permite uma tomada de decisão muito mais orientada para resultados. 

Também é preciso mencionar que o inventário rotativo pode coibir eventuais desvios e furtos permitindo decisões mais rápidas para acabar com o problema.

Além disso, o método também evita gastos na contratação de terceiros ou o pagamento de hora-extra para funcionários. 

Até mesmo o inconveniente de ter de interromper o funcionamento do estabelecimento para realizar a contagem do estoque pode ser evitado. 

Veja outros benefícios do inventário rotativo

  • Maior confiabilidade na contagem;
  • Maior acuracidade de dados;
  • Maior agilidade na operação das equipes;
  • Rápida redução de perdas e desvios;
  • Tomada de decisões mais embasadas;
  • Maximização dos resultados da empresa;
  • Maior vantagem competitiva.

Como fazer o inventário rotativo?

Para executar o processo do inventário rotativo com eficiência, é preciso ter:

  • Equipe treinada; 
  • Cronograma adequado para o negócio: com definição sobre a periodicidade se diária, semanal, quinzenal, mensal, etc.;
  • Documentação de toda a operação ao longo do percurso para identificar e corrigir os erros e falhas do processo; 
  • Ferramentas de trabalho adequadas para conferir automação e eficiência à operação.

Cuidados no inventário rotativo

A adoção do inventário rotativo permite que as empresas consigam superar falhas na operação e se tornem mais competitivas frente à concorrência.

Veja alguns cuidados que devem ser tomados para que tudo funcione da forma correta:

  • Não deixe de contar nenhuma categorias de produtos;
  • Faça um bom planejamento do cronograma;
  • Treine sua equipe;
  • Aprenda com as falhas no processo e as corrija imediatamente;
  • Aplique tecnologia ao processo: agregue softwares que oferecem funcionalidades adequadas para a atividade fim.

Quais as ferramentas para o inventário rotativo?

Uma maior precisão do estoque é, sem dúvidas, uma das grandes vantagens do inventário rotativo. 

No entanto, como essa contagem é periódica, é necessário tornar esse processo mais simples. Realizá-lo manualmente, sem recursos tecnológicos, pode atrasar o dia a dia. 

É por isso que o uso de softwares específicos ajudam na otimização, tornando o processo mais ágil e confiável, viabilizando a criação de estratégias efetivas e adequadas a cada segmento.

Inventário rotativo: mais competitividade para o varejo  

Você acabou de ver como pode ser fundamental para o crescimento sólido de uma empresa implementar o inventário rotativo nas ações de controle de estoque.

Agora, chegou a hora de ganhar mais competitividade nas vendas do seu estabelecimento. 

Para isso, use plataformas de inteligência artificial, que podem oferecer insights importantes para: 

  • Ter mais assertividade nas promoções;
  • Entender o resultado das ações;
  • Criar ofertas segmentadas de acordo com perfil de cada cliente.

Conheça a solução de Inteligência Promocional da Datasales

Saiba qual produto ofertar, quando e por qual preço. 

Conheça a Datasales 

A plataforma da Datasales é nº 1 em automação de marketing para o varejo!

A solução também oferece a automatização de propagandas e ofertas com cartazeamento e encartes, central de atendimento e inteligência promocional.  

Quer saber mais? Fale com um dos nossos especialistas clicando aqui.

0 Shares:
Deixe um comentário
You May Also Like
varejo pós-pandemia
Continue lendo...

7 Tendências do varejo pós-pandemia

Digitalização de processos e estratégias, novos meios de pagamento, delivery, personalização de ofertas, ESG, novos sistemas e ferramentas antifraudes vêm tomando conta do momento atual e futuro do varejo no pós-pandemia.